Escola de Massagem Shantala


Atendimento


Além dos cursos oferecidos, a escola Shantala possui um setor de atendimento realizado por profissionais da área de saúde. Profissionais que fazem parte do corpo docente da escola e outros que são formados por esta instituição. São oferecidos atendimentos na área da Massoterapia, Quiropraxia e Medicina Tradicional Chinesa.

Profissionais e atendimentos que realizam:

JULIO ENRIQUE SOSA PRIETO - Massoterapia - Quiropraxia - Medicina Tradicional Chinesa
GLORIA DUARTE ALMEIDA - Massoterapia - Quiropraxia - Reflexologia - Medicina Tradicional Chinesa
MARCO ANTONIO TAKANORI OJIMA - Massoterapia - Quiropraxia
WILLIAM OLIVEIRA SENA - Massoterapia - Quiropraxia - Reflexologia
ANA PAULA SOUSA DIAS - Massoterapia - Quiropraxia
CATIANE SIQUEIRA TRINDADE - Massoterapia - Quiropraxia
PEDRO HENRIQUE SOUSA CRUZ - Massoterapia - Quiropraxia - Reflexologia

A Massoterapia:

Quando se ouve falar em massoterapia ou massagem, em geral se imagina um tratamento para reduzir medidas, tratar celulite, flacidez, gordura localizada ou, então, um profissional corpulento, massagista de times de futebol, etc.
Tudo isso é verossímil, entretanto, a Escola Shantala, vem dedicando-se através da longa experiência de seus professores a transmitir um conceito terapêutico desta profissão.
Antigamente se pensava que a massagem seria um atendimento paliativo para a dor. Uma sessão serviria para produzir alívio, e depois, se deveria continuar com tratamentos medicamentosos, cirúrgicos ou outros. Porém, temos deduzido com o avanço das nossas pesquisas, que este tratamento baseado em massagem não é apenas um paliativo, mas sim de valiosa importância para diferentes sintomas e/ou patologias, podendo resultar em recuperações plenas em problemas relacionados com o nervo ciático (Isquiático) e suas dores e sintomas característicos; dores musculares, articulares, dores de cabeça (cefaléias), dores nos braços (braquialgias), Cervico-braquialgias (dores simultâneas de pescoço, cabeça e braço), entre outros tantos sintomas e doenças.
Os tratamentos devem ser realizados por períodos eventualmente curtos ou não. Para estes tratamentos os pacientes deverão se submeter a duas ou três seções semanais com o fim de poder eliminar os sintomas e restabelecer a saúde.
Assim como no caso de uma infecção bacteriana devemos tomar os antibióticos conforme prescrição e recomendações médicas (de 06 em 06 horas, 08 em 08 horas...- não se deve tomar um antibiótico hoje e outro daqui a dois dias, pois não se obterá o efeito desejado, podendo inclusive gerar complicações; também não se pode tomar todos os antibióticos de uma só vez, porque em algumas circunstâncias levaria ao óbito), da mesma forma, a massagem exige uma periodicidade de acordo com o problema a ser tratado. Um paciente não pode receber uma massagem numa segunda-feira e voltar para a próxima sessão na segunda-feira seguinte, se é que quer encarar seu caso como um tratamento. Também não é recomendável fazer sessões em dias seguidos e, sim, alternados para que os tecidos trabalhados possam se restabelecer.
Você sabia que a profissão de massagista é uma profissão regulamentada por lei federal pelo ministério do trabalho desde 1961?
Sabia que um profissional que não possui certificado, devidamente regulamentado, de massagista está no exercício ilegal da profissão?
Tome cuidado! Ao se submeter a este tipo de tratamento, procure profissionais devidamente regulamentados e, de preferência, indicados por algum conhecido.
Assim você estará confiando sua saúde a boas mãos - literalmente falando.

A Quiropraxia:

Esta valiosa terapia manual é usada como coadjuvante do prévio trabalho de massoterapia. Falamos que de nada serve o terapeuta ajustar uma articulação se a estrutura muscular, ligamentar e dos tendões persistem no seu vicio (contrações, retrações, contraturas, etc.). Seria como um paciente que faz uma cirurgia de hérnia de disco pensar que nunca mais vai ter uma hérnia. Pois se não recuperar a estrutura sustentadora desta coluna, enquanto houver discos, haverá a ameaça de novas hérnias. Usada desde a antiga China, com outros nomes como, por exemplo, Sei Tai, a terapia quiroprática, recentemente, teve seus benefícios fundamentados cientificamente.

A Medicina Tradicional Chinesa:

É como diz o próprio nome: tradicional. O que é tradicional? O que tem tradição, o mais antigo, o mais conhecido. Em certas ocasiões nos encontramos dizendo que a medicina ocidental, “a moderna” que conhecemos como científica, é a tradicional. Mero engano! Esta medicina surge com o Hipócrates, (460?-377 a.C.), considerado pela medicina ocidental o médico mais importante da antigüidade e "Pai da medicina”. Porém, a Medicina Tradicional Chinesa remonta há pelo menos 5.000 anos a.C. Há registro do primeiro livro de Medicina Tradicional Chinesa, chamado Nei Jing, conhecido também como o clássico do Imperador Amarelo Guang Qi. Este livro, já naquela época, falava sobre os processos de enfermar e de cura, abordando os conceitos filosóficos de como conceber a vida e como viver para não enfermar. O livro é dividido em duas partes o Ling Shu e o So Wen. Dizem os chineses que a Medicina Tradicional Chinesa na sua origem não era uma medicina e sim uma tradição passada de pais para filhos, de como deve ser vivida a vida.

As ferramentas terapêuticas da Medicina Tradicional Chinesa e seu emprego:


Esta Medicina possui um arsenal de ferramentas terapêuticas capazes de tratar diferentes sintomas e patologias, as quais serão empregadas conforme o caso e estado do paciente. As ferramentas mais conhecidas são: agulhas de acupuntura, agulhas de sangria, moxas, ventosas, martelo de sete pontas, Qi Gong (Chi Kun), entre outras.
A MTC trata tantas patologias e sintomatologias quanto as conhecidas pela medicina acadêmica. Podem ser tratados problemas como alergias respiratórias ou de pele, quadros de edemas, dores de cabeça, alguns quadros de insuficiência renal, colecistite e litíase biliar, incontinência urinária, cistite, artropatias, entre tantos outros problemas. Entretanto é importante enfatizar que a MTC não trata sintomas ou doenças e sim o doente, fazendo com que seu corpo desfaça, ou, melhor faça o caminho de volta para a cura. Esta medicina parte do ponto de que se a doença aparece é porque há um doente. De outra forma, se não há doente não há doença.
Esta terapia milenar trata o ser do ponto de vista Energético, transformando-se posteriormente numa manifestação física de melhora e bem estar.
Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, o homem é o resultado das influências e confluências das Energias do Céu e da Terra. Portanto em uma situação de precariedade Energética o homem poderá ter influência de qualquer destes dois níveis, e lhe fazer enfermar. Mas como também este homem permanece entre seus semelhantes, as doenças podem ter uma influência humana além das Celestes e terrestres já citadas.

Você já se beneficiou alguma vez de algumas destas terapias?

Certamente há perdido boas chances de se beneficiar do alívio de dores e certos tipos de patologias que algum destes tratamentos podem lhe trazer como beneficio.  Procure um bom profissional de alguma destas áreas e comprovará sua eficácia, proporcionando-lhe uma nova visão das abordagens terapêuticas.

 





Rua Vigário José Inácio, 481 - Conj. 53 - Centro - Porto Alegre - RS.
Copyright 2010© Escola Shantala. Todos os direitos reservados.